A virtude de jejuar na primeira Quinta-Feira de Rajab (II)

0
1535

O Sagrado Profeta Muhammad disse que aquele que jejuar na primeira Quinta-Feira de Rajab e depois rezar as seguintes orações entre Maghrib e Isha (véspera de Sexta-Feira):

  • 12 Ciclos de oração divididos em pares de 2 recitando Surah Al-Qadr (e.g. Inna Anzalnaho Fi Laylatil Qadr) 3 vezes e Surah Ikhlas (e.g. Qul Huwa Allahu Ahad) 12 vezes e recitar Darood shareef (e.g. Allahuma Salli’ala Muhammadinin-Nabiyyi-Ummiyyi wa’ala aalihi wa sallim) 70 vezes no fim dos 12 ciclos e depois recitar algumas orações especiais que se encontram no Ghunya

então, para estes, Allah Todo-Poderoso perdoa todos os seus pecados mesmo que eles sejam do tamanho do oceano, ou que sejam tantos como os grãos de areia do deserto, a altura das montanhas, os pingos de chuva ou as folhas das árvores. Ainda, a intercessão é aceite por 700 membros da família desta pessoa no Dia Do Julgamento. Esta oração virá sob a forma de uma pessoa para o falecido quando ele ou ela estiver na sepultura e congratular-lhe-á dizendo que foi-lhe garantida liberdade de qualquer sofrimento (na vida depois da morte). O falecido irá pedir a identidade da pessoa, mencionando que nunca vira antes alguém mais perfeito, nem ouvira antes uma voz mais doce nem cheirado uma pessoa com melhor fragrância. Então, esta pessoa responderá que ele é esta (Rajab) oração que o falecido fez e que veio para cuidar das suas necessidades e ser a sua companhia na solidão e nas alturas de ansiedade (no Barzakh). Ainda, quando o trombeta do (juízo final) for soprada, esta oração será uma sombra para o falecido na Planície de Hashr e as boas notícias para aquele que faz esta prece é que Allah Todo-Poderoso não negligenciará nenhuma boa ação.

Consulte também o artigo sobre “As virtudes do Sagrado mês de Rajab” .

As informações mencionadas neste artigo foram retiradas de “Al-ghunya li-Taalibi Tareeq al-Haqq” de Hazrat Shaykh Abdul Qadir Jilani (que Allah esteja satisfeito com ele); traduzido do árabe por Haaji Muhtar Holland em “Suficient Provision for Seekers of the Path of Truth” (Al-Baz Publishing, Inc, Florida, 1997)

Hazrat Shaykh Abdul Qadir Jilani (que Allah esteja satisfeito com ele) é Sultan-al-Awliya, ou seja, a Coroa dos Santos e da maioria dos eruditos das tradições Islâmicas, sendo a grande fonte da Ordem Espiritual Qadri. Nasceu no distrito Iraniano de Gilan, a sul do Mar Cáspio, em 470 Hégira (1077-8 CE). Tendo vivido uma vida de extrema piedade, sacrifício, serviço e devoção a Allah Todo-o-Poderoso e o Seu Mensageiro , passou para o Reino da Beatitude Divina  a 11 de Rabi-uth-Thani de 561 de Hégira (1166 DC). Descansa hoje na cidade de Baghdad, Iraq. O seu abençoado mausoléu é um espaço de visitas de piedosos e devotos por todo o mundo.

A intenção deste breve documento é trazer à atenção dos nossos leitores os grandes benefícios espirituais destas abençoadas noites e dias, e encorajar as pessoas a ganhar estes benefícios praticando os tais actos de adoração.

A informação acima citada foi extraída do documento em inglês da IECRCNA em http://www.iercna.org/publications/articles/Rajab.pdf. As traduções destes documentos são uma parceria entre a AEIP e a IERCRNA que visa promover a divulgação do Islão no mundo.